Promoção X

Pele atópica: Causas, Sintomas e Tratamento

A pele atópica é uma condição dermatológica que afeta homens e mulheres de todas as idades, causando desconforto e preocupações estéticas.

Os sintomas da dermatite atópica podem variar de vermelhidão e descamação a intensa comichão, interferindo na qualidade de vida.

Descubra neste artigo o que é e como tratar a pele atópica, identificando as principais causas.

 

medicina estética e nutrição

 

O que é a Pele Atópica?

A pele atópica trata-se de uma doença inflamatória da pele que se caracteriza por secura extrema e manchas vermelhas. Por vezes, essas manchas estão cobertas por pequenas bolhas que provocam comichão.

Embora seja comum em crianças, pode ocorrer em qualquer idade. É crónica (de longa duração) e tende a agravar com regularidade. Pode também ser acompanhada de asma, febre do feno ou alergia alimentar.

Apesar de ser uma doença benigna, pode interferir muito com a qualidade de vida, pois a comichão e o desconforto permanentes podem afetar o trabalho, o estudo ou mesmo o sono.

 

 

Quais são os Tipos de Pele Atópica?

Os tipos de eczema mais comuns são:

  • Eczema de mão;
  • Dermatite de contato, que ocorre apenas quando a pele entra em contato com certas substâncias;
  • Eczema disidrótico, uma forma de eczema com bolhas que é encontrado apenas nos dedos, palmas e solas dos pés.

Existem atualmente muitos especialistas a trabalhar para entender melhor como funciona a pele atópica e por que afeta tantas pessoas. Porém, ainda não existe cura conhecida para esta doença comum.

 

O que é Eczema?

O eczema trata-se de um problema de pele que se pode manifestar de duas formas distintas:

  1. Eczema atópico: doença inflamatória crónica;
  2. Eczema de contacto alérgico: reação inflamatória da pele a determinadas substâncias.

 

Quais são os Sintomas da Pele Atópica?

De um modo geral, a pele atópica apresenta sintomas que incluem:

  • Aparecimento de borbulhas;
  • Comichão;
  • Descamação da pele;
  • Inchaço na pele;
  • Pele seca;
  • Vermelhidão.

Descubra no ponto seguinte como pode saber se o seu bébé tem pele atópica.

 

Quais os Sintomas da Pele Atópica em Bebés?

Por norma, a pele atópica nos bebés manifesta-se por:

  • Pele seca, com escamação e comichão;
  • Erupção no couro cabeludo ou bochechas;
  • Erupção (pode criar borbulhas com fluido).

Devido a estes sintomas, os bebés podem ter problemas em dormir, estando mais sujeitos ao desenvolvimento de infeções da pele por coçar.

 

 

Quais os Sintomas da Pele Atópica em Crianças?

Por norma, a pele atópica nas crianças manifesta-se por:

  • Erupção nas dobras dos cotovelos, joelhos ou ambas;
  • Manchas escamosas de pele no local da erupção;
  • Manchas na pele clareadas ou escurecidas;
  • Pele grossa e coriácea;
  • Pele extremamente seca e escamosa;
  • Erupções cutâneas no pescoço e no rosto, especialmente ao redor dos olhos.

 

Quais os Sintomas da Pele Atópica em Adultos?

Os adultos que tiveram pele atópica enquanto crianças podem apresentar descoloração da pele que se irrita facilmente.

As causas da pele atópica não são totalmente conhecidas ou compreendidas, mas acredita-se que se deva a um sistema imunitário que responde de forma agressiva quando exposto a substâncias irritantes.

 

dermatite atópica

 

O que Causa a Pele Atópica?

Uma crise de pele atópica acontece quando surge um ou mais sintomas que, de um modo geral, é provocada por:

  • Stress;
  • Hiperidrose;
  • Infeções respiratórias;
  • Mudanças de temperatura;
  • Uso de produtos de limpeza e detergentes que secam a pele;
  • Uso de vestuário de material áspero (lã, por exemplo) ou tecidos sintéticos.

Além disso, a toma de alguns medicamentos, a poluição ou uma dieta desequilibrada podem estar na origem de crises desta patologia.

 

Clínicas Bodyscience - Instagram

 

Quais são as Fases da Dermatite Atópica?

A dermatite atópica divide-se, por norma, em três fases, que podem durar semanas ou meses:

 

1. Crise de Eczema

A crise de eczema acontece quando começam a surgir manchas vermelhas e ásperas no rosto e no corpo.

Dentro destas manchas, surgem também pequenas bolhas.

Uma vez que a comichão é intensa, deverá arrancar logo com os tratamentos para dermatite atópica prescritos pelo médico.

 

2. Fase Calma

Neste período, a pele regressa ao seu estado normal, embora esteja muito seca e provoque sempre um certo grau de desconforto.

 

3. Reincidência

Depois do período calmo, a doença volta a atacar, sem existir uma causa específica.

O ciclo repete-se, com os sintomas já apresentados e as consequências que acabam por impactar a qualidade de vida.

Em relação aos tratamentos para dermatite atópica, os médicos concentram-se sempre em aliviar os sintomas imediatos, como a comichão.

A longo prazo, o objetivo passa por ir espaçando cada vez mais os períodos de reincidência.

 

 

Quem Corre o Risco de Desenvolver Pele Atópica?

Embora possa ocorrer em qualquer idade, esta doença é muito comum em idades mais jovens.

Uma revisão científica a diversos estudos sobre a dermatite atópica sugere que no Norte da Europa há uma prevalência global de 15-20% em crianças entre os 7 e os 18 anos.

Por outro lado, a mesma revisão aponta que o eczema atópico não é apenas um problema confinado à Europa Ocidental, tendo prevalência em muitas cidades em desenvolvimento.

Existem também outras ligações a esta patologia, como é o caso de crianças que sofrem de asma ou febre do feno, ou adultos que desenvolvem essas doenças mais tarde, geralmente antes dos 30 anos.

 

 

Como é Tratada a Pele Atópica?

As opções de tratamento da pele atópica variam entre cuidados com a pele, medicamentos prescritos e mudanças no estilo de vida de forma a reduzir o stress.

Por outro lado, deve hidratar a pele com um creme hidratante para peles atópicas e beber a quantidade de água recomendada.

 

Quais os Cuidados a Ter com a Pele Atópica?

Se tem eczema atópico, há cuidados a ter com a higiene, como usar um gel de banho para pele atópica e um desodorizante para pele atópica.

Por outro lado, deve preferir roupa de algodão e usar um detergente de roupa para pele atópica, de modo a evitar agentes agressores da doença.

Na sua rotina de cuidados com a pele, deve usar um creme específico para este tipo de pele, prescrito pelo seu dermatologista.

No caso de já haver lesões de eczema, deve procurar uma terapêutica anti-inflamatória.

 

Qual o Melhor Creme para Pele Atópica?

Os melhores cremes para pele atópica são aqueles que apresentam baixa percentagem de água ou pomadas sem água, pois protegem melhor a pele da desidratação cutânea. Portanto, opte por cremes com ceramidas, ácido glicirretinico, ureia ou glicerol.

Por outro lado, a vitamina E é uma das melhores vitaminas para a pele, sobretudo com eczema. Por isso, deve procurar fórmulas com este ingrediente.

 

Quando Deve Consultar um Médico para Tratar a Pele Atópica?

Deve consultar o seu médico de família ou um dermatologista para saber se tem pele atópica e receber o seu diagnóstico inicial, sobretudo se notar um dos seguintes sintomas:

  • Dor, inchaço, sensibilidade ou calor à volta da zona inflamada;
  • Irritação na pele;
  • Estrias vermelhas, estendendo-se da erupção;
  • Secreção da pele;
  • Febre.

 

Invista no seu Bem-Estar e Recupere a Confiança que Tanto Merece

Embora a pele atópica possa ser desafiadora, com cuidados adequados e a orientação certa, é possível minimizar os sintomas e conquistar uma pele saudável e confortável.

Não deixe que o eczema tópico prejudique a sua autoestima! Conheça os tratamentos de rosto que as Clínicas BodyScience tem disponíveis para si.

Visite-nos numa das nossas Clínicas em Lisboa, Porto, Braga ou Póvoa de Varzim.

 

Clínicas Bodyscience - marcar consulta

Partilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pesquisar

Conhece o método Bodyscience?

Siga-nos no Instagram

Siga-nos nas redes sociais

Conquiste a beleza
de um corpo saudável

Marque já a sua consulta

e avaliação gratuita.

A mudança começa aqui.

Conhecimento Partilhado

Artigos
Relacionados

Mais de 50.000 pessoas confiam nas nossas Clínicas

Realização de uma Avaliação Corporal Completa;

Análise Perfil Clínico e Hábitos Alimentares;

Diagnóstico do Problema e Prescrição do tratamento;