Dieta para tipo de sangue: o que a ciência diz sobre ela

A dieta para tipo de sangue defende que existem alguns alimentos que funcionam melhor para o seu tipo sanguíneo. Muitos médicos e nutricionistas dizem para simplesmente comer de forma saudável e adotar mudanças no estilo de vida.

E se informações tão simples como o tipo de sangue de uma pessoa pudessem realmente determinar quais alimentos funcionam melhor com o seu organismo? Isso é exatamente o que a dieta do tipo sanguíneo promete.

Embora a premissa da dieta seja intrigante, parece não existir apoio científico suficiente que a apoie.

Continue a ler para entender um pouco melhor.

Neste artigo ajudamos a esclarecer todas as dúvidas que possa ter sobre o ácido hialurónico.

Clínicas BodyScience
Especialistas em Nutrição e Medicina Estética

Que diferentes tipos de sangue existem?

A dieta de tipo sanguíneo D’Adamo, que falaremos mais pormenorizadamente de seguida, recomenda o consumo de certos alimentos com base nos quatro tipos sanguíneos.

O seu tipo de sangue é determinado pela sua genética. Existem quatro tipos diferentes de sangue:

  • O
  • A
  • B
  • AB

Há também outra categorização para o sangue que a dieta do tipo sanguíneo não leva em consideração. O seu sangue pode ou não conter uma proteína conhecida como Rh. Isso resulta na existência de oito tipos diferentes de sangue.

O sangue positivo para o tipo O é o mais comum, o que significa que tem sangue O com fator Rh. Observe que a dieta para o tipo sanguíneo foca-se apenas numa dieta do tipo O e não especificamente numa dieta do tipo O positivo.

O que é dieta para tipo de sangue?

A dieta para tipo de sangue, também conhecida como dieta do grupo sanguíneo, foi popularizada por um médico naturopata chamado Dr. Peter D’Adamo, no ano de 1996.

O seu livro, “Eat Right 4 Your Type”, foi um sucesso, tendo-se tornado um best seller do New York Times.

Neste livro, ele afirma que a dieta ideal para qualquer indivíduo depende do tipo de sangue da pessoa.

Defende que cada tipo de sangue representa características genéticas dos nossos ancestrais.

Segundo o naturopata cada tipo de sangue deve ingerir:

Tipo A: Chamado de agrário ou cultivador. Pessoas que são do tipo A devem comer uma dieta rica em plantas e totalmente livre de carnes vermelhas. Isso assemelha muito a uma dieta vegetariana.
Tipo B: Chamado de nómada. Estas pessoas podem comer plantas e a maioria das carnes (excepto frango e porco) e também podem comer alguns laticínios. No entanto, devem evitar trigo, milho, lentilhas, tomates e alguns outros alimentos.
Tipo AB: Chamado de enigma. Descrito como uma mistura entre os tipos A e B. Os alimentos que devem comer incluem marisco, tofu, laticínios, feijão e cereais. Devem evitar feijão, milho, carne bovina e frango.
Tipo O: Chamado de caçador. Esta é uma dieta rica em proteínas baseada principalmente em carnes, peixes, aves, certas frutas e vegetais, mas limitada em cereais, legumes e laticínios. É muito semelhante à dieta paleo.

Estas 4 dietas (ou “formas de comer”) são baseadas principalmente em alimentos saudáveis ​e “de verdade”, e um grande avanço em relação às dietas ocidentais muito baseadas em alimentos processados.

Portanto, mesmo que faça uma destas dietas e sua saúde melhore, isso não significa necessariamente que tenha algo a ver com seu tipo sanguíneo.

Talvez a razão dos benefícios para a saúde desta dieta seja simplesmente o facto de não estar a ingerir alimentos pouco saudáveis, ricos em sal, açúcar e gorduras.

O sangue importa realmente na alimentação?

Os exames ao sangue são uma ferramenta fundamental de diagnóstico no campo da medicina. Pode dar aos profissionais de saúde dados importantes sobre a saúde geral do paciente.

Embora não haja evidências científicas suficientes que apoiem a dieta para o tipo de sangue, ainda existem muitas incógnitas quando se trata da relação entre o tipo de sangue e a saúde geral.

Ainda não é perigoso defender que devemos estruturar as nossas escolhas alimentares com base no nosso tipo de sangue.

Tenha acesso às novidades, dicas e ofertas exclusivas!
Subscrever Newsletter Bodyscience

O mais importante é mudar o seu estilo de vida

A dieta por tipo de sangue contém muitos alimentos no seu cardápio – particularmente frutas e vegetais e carnes magras – que são benéficos para a saúde geral de uma pessoa.

Mas, como qualquer nutricionista lhe irá dizer, o segredo é fazer escolhas dietéticas significativas e mantê-las – não seguir uma dieta radical por algumas semanas e depois reverter.

Quando falamos em emagrecimento ou perda de peso, “a dieta” não funciona. O que funciona é uma mudança no estilo de vida.

Muitos nutricionistas recomendam a dieta mediterrânea por parecer ser a mais equilibrada, mas existem muitas outras que se podem mais adequadas a si, às suas necessidades e ao seu estilo de vida.

Somos todos da mesma espécie, e a verdade é que todos sabemos o básico de uma dieta saudável para toda a nossa espécie: principalmente alimentos integrais e à base de plantas.

A dieta do tipo sanguíneo funciona?

dieta para tipo de sangue

A questão mais importante é: a dieta do tipo sanguíneo funciona ou não funciona?

A resposta é: não sabemos. Não há evidências científicas que apoiem ​​a dieta para o tipo de sangue. Muitos estudos desmascararam a dieta, enquanto outros estudos descobriram alguns benefícios da dieta não relacionados ao tipo sanguíneo.

Um estudo de 2014, afirma que a dieta pode ser popular porque enfatiza uma alimentação saudável, evitando alimentos processados ​​e fazendo exercício físico.

Esses princípios estão associados a muitas dietas e são recomendações normalmente dadas por médicos e nutricionistas para melhorar ou manter a saúde.

Em 2013, uma revisão do American Journal of Clinical Nutrition analisou 16 estudos anteriores sobre dietas do tipo sanguíneo. A revisão concluiu que não há evidências atuais que apoiem este tipo de dietas.

Considerações finais

Não há evidências de que a dieta para o tipo sanguíneo funcione.

Pode até pensar que o seu tipo de sangue dá ao seu corpo um certo perfil, mas esta teoria e a dieta que a apoia não são validadas por pesquisadores e profissionais médicos.

Se precisa de perder peso, de uma dieta para engordar ou manter um peso saudável, consulte um médico ou nutricionista para determinar a melhor forma de agir. Não confie em dietas populares não comprovadas para orientar os seus hábitos alimentares e estilo de vida.

Partilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pesquisar

Conhece o método Bodyscience?

Siga-nos no Instagram

Siga-nos nas redes sociais

Conquiste a beleza
de um corpo saudável

Marque já a sua consulta

e avaliação gratuita.

A mudança começa aqui.

Conhecimento Partilhado

Artigos
Relacionados

Mais de 50.000 pessoas confiam nas nossas Clínicas

Realização de uma Avaliação Corporal Completa;

Análise Perfil Clínico e Hábitos Alimentares;

Diagnóstico do Problema e Prescrição do tratamento;