NOVIDADES! A Bodyscience tem agora ao dispor os tratamentos mais inovadores e eficazes para a eliminação definitiva da Gordura! Conheça todas as novidades!

Curiosidades

13 mitos sobre estrias que vai querer conhecer

As estrias são um dos maiores pesadelos das mulheres que têm alguma preocupação com a saúde da sua pele e com o seu aspeto. Um dos primeiros passos para tratá-las é conhecer os principais mitos sobre estrias. Ainda que não possa prevenir totalmente as estrias ou fazê-las desaparecer, existem maneiras de minimizar a sua aparência. Deixamos-lhe os 13 principais mitos sobre as estrias desmascarados que a vão ajudar a esclarecer quaisquer equívocos sobre elas - e assim tratá-las e forma mais eficaz. Mas antes disso, saiba o que são exatamente as estrias e por que razão aparecem na nossa pele. Clínicas BodyScience Especialistas em Nutrição e Medicina Estética O que são estrias? As estrias geralmente aparecem como faixas de linhas paralelas na pele, dando a sensação de que a pele rasgou. Essas linhas apresentam uma cor e uma textura diferentes da pele normal e variam entre o branco, roxo, rosa e cinza claro. Ao tocar nas estrias com os dedos, pode sentir uma ligeira saliência ou depressão na pele. Por vezes, as estrias podem provocar comichão ou mesmo dor. Essas linhas geralmente aparecem durante ou após a gravidez ou após uma mudança repentina no peso corporal. Também são muito comuns...

Ler Mais

Os 7 grandes mitos sobre o colesterol que tem de conhecer

Apesar de ser um tema muito comum, mais de metade dos portugueses desconhecem os seus níveis de colesterol. Este desinteresse ou desconhecimento é, talvez, o que dá força a muitos mitos sobre o colesterol. O colesterol  é um componente essencial das membranas celulares dos animais. Como tal, é sintetizado por todas as células animais. Independentemente da conotação negativa que muitas vezes lhe é associada, o colesterol é essencial à vida. No entanto, quando presente em níveis elevados no sangue, o chamado colesterol "mau" (Ldl) aumenta o risco de doenças cardiovasculares. O colesterol, juntamente com outras substâncias, como a gordura e cálcio, acumula-se em placas nas paredes das artérias. Com o tempo, isso estreita os vasos sanguíneos e pode levar a complicações, incluindo ataque cardíaco ou acidentes vascular cerebral (AVC). Os mitos e esclarecimentos a seguir oferecem uma visão mais clara sobre o que é o colesterol e como ele está relacionado com a sua saúde cardiovascular. Clínicas BodyScience Especialistas em Nutrição e Medicina Estética Quais são os mitos sobre o colesterol mais comuns? Existem alguns mitos sobre o colesterol que podem ser muito perigosos, por perpetuarem a desinformação num tema que é tão importante: a saúde. Descubra quais são os...

Ler Mais

Harmonização do rosto: 3 soluções não invasivas

A harmonização do rosto tem sido um tema muito debatido nos últimos anos, sobretudo pelo surgimento de novos tratamentos não invasivos no mercado. Estes permitem equilibrar as linhas faciais, sem a necessidade de recorrer ao bloco operatório. Mas antes de recorrer a tratamentos estéticos, é fundamental garantir que cuida bem da sua pele. Pode não ser a solução para a harmonia que quer dar ao seu rosto, mas certamente que é um bom começo. Continue a ler para descobrir tudo sobre a harmonização facial, quais são as 3 soluções não invasivas mais eficazes - e ainda o que pode fazer para dar um aspeto mais saudável à sua pele.   Clínicas BodyScience Especialistas em Nutrição e Medicina Estética   O que é a harmonização do rosto? Simplificando, a harmonização do rosto é uma técnica não cirúrgica de preenchimento facial, que recorre a técnicas pouco invasivas e que proporciona resultados rápidos, indolores e sem período de recuperação. Os preenchimentos dérmicos visam alterar e realçar os contornos do rosto a fim de atingir a aparência desejada. Isso pode ser feito por meio de vários tratamentos de preenchimento e é adaptado à anatomia facial e às preferências de cada pessoa. A harmonização facial...

Ler Mais

Benefícios da Fotodepilação, o que é e como funciona

Há mais de uma década, os avanços tecnológicos levaram à criação de um método de depilação que não apenas eliminou uma série de problemas e constrangimentos, como também forneceu uma solução incrível de redução de pelo a longo prazo. Neste artigo, iremos enumerar os principais benefícios da Fotodepilação! A depilação é uma rotina diária incómoda e embora os métodos tradicionais como a cera, pinça e lâmina sejam eficazes para remover os pelos, não fornecem soluções para a sua eliminação a longo prazo - muito menos para os indesejados inchaços, cortes e pelos encravados. A verdade é que o único benefício que os métodos tradicionais parecem trazer é a rapidez com que nos entregam o objetivo desejado: uma pele livre de pelos. Porém, em alguns dias ou mesmos poucas horas depois, os pelos começam a querer romper a pele de novo e surgem os pelos encravados, a pele áspera, e claro, a frustração. Recorrer a uma lâmina sempre que precisamos rapar alguns pelos na linha do bikini ou no peito, pode parecer o mais fácil e cómodo. No entanto, a médio e longo prazo, não é vantajoso, nem a nível estético, nem financeiro.   Marque AQUI a sua Consulta de Avaliação Gratuita...

Ler Mais

Estudo: Mulheres baixas tendem a ter gravidez diferente

Investigadores também associaram a altura da mãe a bebés menores e maior risco de parto prematuro. Investigações anteriores já haviam relacionado parto prematuro ao stress e à alimentação. Mas, de acordo com cientistas americanos, até mesmo a altura da mãe pode influenciar no tempo de gestação. Segundo eles, mulheres de estatura baixa têm maior risco de terem o bebé antes da hora. Para este estudo, realizado pelo March of Dimes — um centro de investigação sobre prematuridade de Ohio, nos Estados Unidos —, foram avaliadas 3.485 mulheres que vivem no norte da Europa e as suas crianças. Um dos principais objetivos da instituição é identificar genes que regulam o crescimento do feto e a duração da gravidez. De acordo com Joe Leigh Simpson, vice-presidente de programas de investigações globais da entidade, a descoberta de que a altura da mulher interfere na gestação, independentemente dos genes responsáveis pelo tamanho do feto, é uma grande contribuição genética. A conclusão à qual os investigadores chegaram diz que a estatura materna, que é determinada por fatores genéticos, ajudou a moldar o ambiente fetal, o que influenciou a duração da gestação e o risco de prematuridade. Em contrapartida, o comprimento e o peso do recém-nascido...

Ler Mais

Atividade física aumenta plasticidade do cérebro

A aprendizagem, a memória e a reparação do cérebro dependem da capacidade dos neurónios se alterarem com a experiência. Um estudo publicado na revista “Current Biology” demonstrou que a atividade física pode aumentar esta plasticidade essencial do cérebro adulto. O estudo levado a cabo pelos investigadores da Universidade de Pisa, em Itália, que se focou no córtex visual, fornece novas esperanças para os indivíduos com ambliopia (também conhecida por olho preguiçoso), danos cerebrais traumáticos e outras condições. “Fornecemos a primeira evidência de que a prática de níveis moderados de atividade física aumenta a neuroplasticidade no córtex visual dos adultos. Os nossos resultados abrem o caminho para o desenvolvimento de estratégias terapêuticas não invasivas que explorem a plasticidade cereal intrínseca nos adultos”, revelou, em comunicado de imprensa, uma das autoras do estudo, Claudia Lunghi. O potencial plástico do córtex cerebral é maior no início da vida, quando o cérebro em desenvolvimento é moldado pela experiência. Acredita-se que a plasticidade cerebral diminua com a idade. Este declínio da flexibilidade do cérebro ao longo do tempo é especialmente pronunciado no cérebro sensorial, que apresenta muito menos plasticidade nos adultos que nos mais jovens. Referência: Alert Saiba também como ter uma barriga lisa com...

Ler Mais

Pode a beterraba combater sintomas da altitude?

O sumo de beterraba poderá ajudar o corpo humano a suportar os efeitos danosos da elevada altitude, revela um estudo levado a cabo por cientistas da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia e da universidade sueca Mittuniversitetet. Desde que os homens começaram a explorar as montanhas mais altas do mundo que se têm debatido com os efeitos da elevada altitude – conhecidos como mal da montanha – que resultam das baixas pressões e consequente falta de oxigénio. A melhor forma de minimizar os riscos associados a esta doença é a aclimatização, ou seja, simplesmente estar algum tempo a uma determinada altitude elevada até o corpo se habituar aos níveis de oxigénio do local. Uma equipa de cientistas noruegueses e suecos decidiram verificar se sumo de beterraba, rico em nitratos, poderia ajudar o corpo humano a aclimatizar-se mais rapidamente. Para tal empreenderam uma expedição de 39 dias a Katmandu para subir os 3.700 metros do Vale de Rolwaling, no Nepal. Para o corpo se aclimatizar é necessário que os vasos sanguíneos sejam capazes de fazer chegar oxigénio suficiente a todo o corpo. O funcionamento normal destes vasos depende da capacidade do corpo em produzir um composto: o óxido nítrico (ON). Ao...

Ler Mais

Por que uma pancada no cotovelo dói tanto?

Bater com o cotovelo em alguma superfície dura é algo doloroso. Mas sabia que essa sensação não tem nada a ver com os ossos do braço?  A dor e o choque desagradáveis vêm do nervo ulnar, um conjunto de fibras sensíveis que percorre o braço e passa por trás da articulação do cotovelo. O nervo ulnar começa na espinha dorsal, ramifica-se passando pelo ombro e desce pelo braço, terminando nos dedos. É protegido por várias camadas de ossos e músculos enquanto transmite para o cérebro sinais dos músculos da mão e do antebraço. O problema é que, ao passar pelo cotovelo, o nervo ulnar cruza por trás de uma saliência do úmero – o osso da parte superior do braço –, chamada de epicôndilo medial do úmero. Por isso, quando batemos com o braço num ângulo reto, o nervo é comprimido contra o epicôndilo medial. Quando isso acontece, temos a familiar sensação de ter dado um golpe bem no cotovelo, aquela estranha mistura de dormência com formigueiro. Como o nervo ulnar é o responsável pela dor – e não o úmero –, o incomodo desce pelo resto do braço e termina nos dedos.  Por mais que a dor seja intensa,...

Ler Mais

Cérebro dos desportistas responde 82% mais rápido

Profissionais de desportos extremos contam com uma vantagem excepcional. O estudo consistiu em testes físicos e psicológicos realizados por cinco desportistas de elite. A Dunlop, fabricante de pneus, realizou um estudo para avaliar a importância do rendimento mental face a situações de muito stress em conjunto com o professor Vincent Walsh do University College de Londres (UCL). Entre os resultados obtidos, destaca-se o facto da parte instintiva do cérebro das pessoas que praticam desportos de risco responder 82% mais rápido quando se encontram submetidas a uma forte pressão. O estudo revelou que os profissionais de desportos extremos contam com uma vantagem excepcional: no teste visual cronometrado realizado no qual os participantes deviam identificar com rapidez uma série de formas e imagens após ter passado por uma grande pressão, estes desportistas reagiram 82% mais rápido que a população geral. Esta percentagem pode significar a diferença entre o êxito e o fracasso numa situação de alto risco. Nos dois primeiros testes que os participantes realizaram, centrados na capacidade de resposta sob pressão física, foi registada uma vantagem significativa entre as pessoas que praticam desportos de risco face aos que não praticavam desporto profissional. Enquanto em condições de esgotamento os segundos quebraram na...

Ler Mais

Coçar: porque dá prazer?

Investigadores americanos estão mais perto de perceber por que motivo o ato de coçar evoca sensações de recompensa e prazer em pacientes com prurido crónico, dá conta um estudo publicado no “Journal of Investigative Dermatology”. Através da realização de ressonâncias magnéticas funcionais, verificou-se que áreas envolvidas no controlo motor e processamento da recompensa estavam mais ativadas nos pacientes com prurido crónico enquanto se coçavam. Esta atividade excessiva pode ajudar a explicar a sensação viciante do coçar para estes pacientes. "O prurido crónico é um sintoma importante de doenças dermatológicas tais como eczema atópico e psoríase e um sintoma incómodo de outras doenças como a doença renal em estadio terminal", referiu, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Hideki Mochizuki. “Apesar de ser, à primeira vista, agradável, o coçar contínuo pode conduzir a um aumento da intensidade do prurido bem como dor e danos permanente da pele. Desta forma é importante compreender a atividade cerebral que pode induzir este comportamento patológico”, acrescentou o investigador. Os investigadores já tinham previamente analisado os mecanismos cerebrais envolvidos no ato de coçar e na sua associação com o prazer, mas apenas em indivíduos saudáveis. Agora neste estudo os investigadores resolveram analisar a atividade...

Ler Mais

Subscreva a Newsletter

Receba novidades, dicas, passatempos e ofertas da BodyScience.
Ao submeter, aceita que os seus dados pessoais sejam objeto de tratamento para efeitos de envio de newsletters de acordo com o prescrito no direito de informação.

Page Title
Marcar Consulta Gratuita

Mais de 50.000 pessoas confiam nas nossas Clínicas

  • Realização de uma Avaliação Corporal Completa;
  • Análise Perfil Clínico e Hábitos Alimentares;
  • Diagnóstico do Problema e Prescrição do tratamento;