Quais as causas da pele oleosa? E as consequências?

A pele oleosa pode ser saudável se cuidada devidamente

causas da pele oleosa
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

As causas da pele oleosa e as consequências que advêm desta condição devem ser compreendidas e desmitificadas. Se, por um lado, assumimos a oleosidade como a causa de muitos problemas de pele, a verdade é que uma pele oleosa é também mais resistente ao envelhecimento e pode até ser mais saudável do que uma pele seca.

Trate do seu rosto

Conheça o nosso método!

Marque Já a sua Consulta de Avaliação Gratuita

 

O importante é compreendermos o que está na origem da oleosidade excessiva, como controlá-la e como podemos, até, usá-la a nosso favor. Antes de mais, é preciso identificar se estamos perante uma pele realmente oleosa. Existe a ideia errada de que uma pele com borbulhas e imperfeições é uma pele oleosa mas nem sempre é assim. A pele seca também pode ter borbulhas. Esteja atento. À partida, a pele oleosa tem um aspeto brilhante que se agrava ao longo do dia. É comum uma sensação de gordura, especialmente na testa, que pode até afetar o aspeto do cabelo, e resultar em borbulhas e pontos negros.

6 principais causas da pele oleosa

São muitos os fatores que causam oleosidade na pele, no corpo, em zonas como as costas, o peito e o pescoço mas, sobretudo, no rosto, especialmente na conhecida zona T – testa, nariz e queixo. São as mulheres quem mais sofre com este problema que muitas vezes se inicia na puberdade e se prolonga até à idade adulta, manifestando-se, não raras vezes, de forma acentuada durante a gravidez ou o pós-parto, quando os níveis hormonais estão mais alterados.

Se esta oleosidade for em excesso e não soubermos adequar os cuidados de rosto a esta condição, as consequências podem ser graves e levar a problemas difíceis de corrigir. Quando controlada, poderá ser uma pele saudável e de aspeto luminoso. Comecemos por compreender quais as causas da pele oleosa para depois percebermos as suas consequências e o que podemos fazer para evitar a oleosidade extrema ou até corrigir problemas de pele provocados por esta.

Desidratação

Sim, pode parecer estranho, mas uma pele oleosa pode também ser uma pele desidratada. A produção excessiva de óleo pelas glândulas sebáceas pode ser uma defesa da pele e um sinal de que há uma carência ao nível da hidratação.

Alterações hormonais

Mais frequentes na adolescência, gravidez ou menstruação, mas também causadas por alguns tipos de medicação ou pelo stress. Esteja atento a estes períodos e tome precauções para evitar uma oleosidade excessiva.

Alimentação

Uma alimentação com forte presença de gorduras saturadas vai ter os seus efeitos nefastos na pele. Alguns alimentos mais inocentes, como o chocolate, as azeitonas e até os frutos secos, são também identificados como possíveis causas da pele oleosa.

Ambientes fechados

Muitos de nós passamos grande parte do nosso dia em ambientes fechados, como escritórios ou até no carro, com ventilação artificial que seca o ar ou altera a sua temperatura. É frequente que a pele reaja através de uma maior oleosidade.

Cosméticos desadequados

Acontece muitas vezes que, por desinformação ou um autodiagnóstico incorreto, os produtos que elegemos para a nossa rotina de pele não são os indicados para nós. Uma das possíveis reações cutâneas é, mais uma vez, a produção de óleo.

Exposição solar

É comum assumirmos que o sol seca a pele mas é também errado. Porque se, por um lado, há de facto uma sensação de pele seca no imediato, o que certo é que a pele irá tentar compensar essa secura mais tarde e produzirá ainda mais óleo. Proteja sempre a pele do sol, especialmente, nas zonas sensíveis como o rosto e o peito.

Tratamentos inovadores e não invasivos
Conquiste uma pele mais lisa, bonita e saudável
Marque Já a sua Consulta de Avaliação Gratuita

Quais são as consequências de uma pele oleosa?

Uma pele excessivamente oleosa, tem um aspeto reluzente, especialmente na zona T, e pode causar desconforto pela sensação constante de pele molhada e gordurosa. Além disso, tem maior propensão a borbulhas e pontos negros já que o óleo produzido em demasia se mistura com as células de pele mortas acabando por bloquear os poros. Nos casos mais graves, dá-se o aparecimento de acne e outras infeções dermatológicas desconfortáveis e inestéticas difíceis de combater.

Como tratar a pele oleosa?

Independentemente das causas da pele oleosa, existem no mercado produtos e formulações específicos para ajudar a controlar, disfarçar e até a reverter esta condição. Existe também maquilhagem especifica para pele oleosa, formulada para evitar desconforto e melhorar o seu aspeto. Se tem dúvidas ou pouca informação acerca do melhor para a sua pele, procure ajuda de profissionais que possam recomendar-lhe uma rotina de cuidados adequada e os ingredientes que deve procurar em cada produto.

Para uma pele saudável, lembre-se, também, da importância de uma alimentação equilibrada, beber muita água, fazer exercício físico e de proteger sempre a sua pele do sol. Além dos cuidados preventivos, existem também tratamentos profissionais que visam controlar o excesso de oleosidade da pele e corrigir os problemas a ele associados. Estes tratamentos deverão sempre ser realizados por profissionais especializados e direcionados de acordo com as causas da pele oleosa.

Nas Clínicas BodyScience encontra profissionais capazes de diagnosticar o seu tipo de pele e de identificar as causas da oleosidade. A sua pele será avaliada meticulosamente para que lhe sejam  indicados quais os tratamentos adequados melhorar o aspeto da sua pele. Contacte uma das Clínicas BodyScience, em Braga, Guimarães, Póvoa do Varzim, Porto ou Lisboa, e marque já uma consulta de avaliação gratuita.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.